. .

Conheça os jurados estético-criativos do Prêmio Salão Design 2022

Inscrições seguem abertas para projetos de mobiliário até o dia 31 de agosto; julgamento será em duas etapas a partir de setembro

Está completa a comissão julgadora do Prêmio Salão Design – promovido pelo Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves (Sindmóveis). Ao grupo já anunciado semanas atrás, unem-se mais cinco especialistas convidados a analisar os produtos finalistas em janeiro do próximo ano, com base em critérios estético-criativos.
Nesse segundo grupo, estão quatro profissionais já participaram da comissão julgadora em anos anteriores: a crítica, historiadora de design e curadora independente Adélia Borges; e os designers Fernando Mendes, Freddy Van Camp e Paulo Biacchi. A estreante é a jornalista especializada em design e arquitetura Thaís Lauton, da revista Casa e Jardim.
Recentemente, o prêmio já havia divulgado a composição do primeiro grupo de jurados, que vai avaliar os projetos inscritos neste mês de setembro: Ana Brum, do Centro Brasil Design (CBD); Diego Farto, da empresa Artetílica; Giulio Palmitessa, professor da Unisinos; Ricardo Dal Piva, do Instituto Senai de Tecnologia de Madeira e Mobiliário; Silvana Carminati Heckman, da Associação Brasileira de Design de Interiores (ABD).
O Prêmio Salão Design está com inscrições abertas até o dia 31 de agosto para projetos de mobiliário criados por estudantes e profissionais. São cinco categorias para participação: Desafio dos Espaços em Transformação; Desafio da Identidade Brasileira 2022; Desafio do Uso de Painel; Desafio da Tecnologia Embutida e Desafio das Experiências Positivas.
Também permanecem sendo oferecidos os já tradicionais troféus ‘Professor Orientador’ (para o orientador do melhor produto entre os estudantes) e ‘Madeiras Alternativas’. Esse último é uma parceria com o Serviço Florestal Brasileiro (SFB), reconhecendo o uso de espécies consideradas não muito utilizadas. Além do troféu especial, a categoria inclui como premiação uma viagem ao laboratório do SFB em Brasília e expedição a áreas amazônicas de manejo sustentável.
Desde sua criação, em 1988, o Prêmio Salão Design já teve mais de 15 mil projetos inscritos e um total de 406 premiados. A última edição, em 2020, teve 827 projetos concorrentes. Com patrocínio de Brasmacol, Berneck e Interprint do Brasil, os prêmios são de R$ 6 mil para estudantes e R$ 10 mil para profissionais em cada uma das cinco categorias, além de menções honrosas que podem ser designadas pelos jurados.
O regulamento está disponível no site www.salaodesign.com.br. Siga o prêmio também nas mídias sociais: http://bit.ly/instaPSD e http://bit.ly/facePSD.

Mais sobre os jurados estético-criativos