. .

Projeto Orchestra Brasil apoia participação de empresas brasileiras na Tecno Mueble Guadalajara

Projeto Orchestra Brasil apoia participação de empresas brasileiras na Tecno Mueble Guadalajara

Ao todo, 14 fabricantes de máquinas, matérias-primas e acessórios estão participando da feira, que é uma das principais na América Latina para fornecedores da indústria moveleira.

O Projeto Orchestra Brasil de incentivo às exportações – promovido pelo Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves (Sindmóveis) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) – apoia a participação de 14 empresas brasileiras na Tecno Mueble Internacional 2019, em Guadalajara. A feira mexicana se realiza de 14 a 17 de agosto e a participação tem como objetivo incrementar as exportações dos fornecedores da indústria moveleira para o México e América Central.

O apoio à participação na Tecno Mueble é para as empresas Arpi, Crippa, Gaidzinski Máquinas, Lamiecco, Lidear, LRB Química, Lufati, Maquinapack, PCR, Projepack, Promob, Tecbril, Renner e Tramontina. A intenção é fortalecer tanto as negociações quanto o posicionamento deste segmento no exterior. Essa feira é considerada uma das principais da América Latina para fornecedores da indústria moveleira.

O México é a segunda maior economia da América Latina. É um dos 10 maiores destinos das exportações das empresas apoiadas pelo Projeto Orchestra Brasil e, de modo geral, percebe-se um aumento generalizado das importações mexicanas dos produtos apoiados provenientes do Brasil, em especial máquinas e equipamentos.

Mais sobre o Projeto Orchestra Brasil

O Projeto Orchestra Brasil, resultado da parceria entre o Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves (Sindmóveis) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), intensifica e promove a inserção competitiva de empresas brasileiras fornecedoras da indústria moveleira no mercado internacional. As ações promovidas no âmbito do projeto vão desde a participação em feiras internacionais até projetos compradores e vendedores, missões comerciais e técnicas. Participam do projeto cerca de 50 empresas brasileiras fabricantes de acessórios, componentes, ferramentas, máquinas, softwares para layout e matérias-primas.