. .

Movelsul supera previsão de negócios e visitantes

A edição 2012 da feira teve também volume recorde de estimativa de vendas para importadores
 
Todas as expectativas foram ultrapassadas na 18ª edição da Movelsul Brasil, encerrada em Bento Gonçalves, na última sexta-feira, dia 30. O volume de negócios que devem ser fechados ao longo dos próximos 12 meses foi 10% acima do esperado: U$ 360 milhões. Em cinco dias de feira, 38.148 visitantes conheceram os lançamentos apresentados por 327 expositores.
Entre os recordes estão o maior número de visitantes em um único dia, como os 8 mil de quarta-feira, dia 28, e o número de países participantes do Projeto Comprador. As mais de 600 rodadas foram realizadas com representantes de 30 importadores, vindos de 18 países. Igualmente ao volume total da feira, o Projeto Comprador prevê números expressivos de negócios para os próximos meses, de U$ 35 milhões.
Passaram pelos stands da Movelsul, somado ao Comprador, 514 importadores, de 44 países. Conforme uma pesquisa realizada pelo Sindmóveis, organizador da feira, a nova segmentação, que dividiu os produtos por critérios de semelhança, foi aprovada. Além desta facilidade de percurso, que otimizou em até 20% as visitas dos lojistas, o bom momento do novo mercado brasileiro auxiliou nas negociações. Voltada para a classe C, a feira se propôs a criar soluções para este público que consome, por ano, R$ 19,4 bilhões em móveis.
No mesmo dia da abertura dos pavilhões, o anúncio do governo federal com a redução do IPI para móveis foi o impulso que faltava para a consolidação dos resultados da maior feira do setor da América Latina. Estima-se que esta medida tenha sido responsável pelo aumento de 10% da estimativa de negócios.