Notícia
  • 18 Nov 2013

    Sindmóveis promove rodadas de negócios com importadores do norte da África


Foto destaque da notícia

Na última semana de novembro, cinco compradores convidados de Argélia, Egito e Marrocos estarão em Bento Gonçalves
 
Em uma ação do Comitê Internacional voltada exclusivamente às empresas associadas, o Sindmóveis promove, de 25 a 29 de novembro, um Projeto Comprador em Bento Gonçalves com importadores do norte da África. A iniciativa é resultado de uma série de estudos que o comitê vem realizando no intuito de identificar novos mercados para os móveis do polo. As exportações da indústria moveleira de Bento Gonçalves vivem seu pior momento desde a crise internacional de 2009, acumulando queda de 7,9% entre janeiro e outubro, na comparação com o mesmo período do ano anterior.
Um estudo apresentado aos associados no mês de outubro mostrou oportunidades de negócio em países do norte da África, em especial Argélia, Egito e Marrocos. Atualmente, nenhuma das indústrias do polo mantém negócios significativos na região, embora esse tenha sido um mercado bastante ativo até 2008. Cinco importadores com perfil de consumo dos móveis produzidos em Bento Gonçalves foram convidados a conhecer indústrias locais e participar de rodadas de negócios com empresas interessadas.
Uma das empresas que já demonstrou interesse em participar da ação é a Unicasa. O percentual de exportações da empresa gira em torno de 3% da produção, sendo os principais os países da América Latina. Segundo o supervisor de Exportações da empresa, Cledson Stello, o grupo pretende diversificar mercados e os países da África têm apresentado as melhores previsões de crescimento para os próximos anos. “Sempre que falamos de Norte da África, temos que levar em consideração a cultura árabe destes países, que revelam muito sobre os gostos e as práticas na negociação, mas creio que o principal desafio ainda seja o reconhecimento do Brasil como um produtor de móveis com bom custo-benefício”, avalia.
O grupo Todeschini também participará da ação por meio da marca Italínea. O supervisor de Exportação Luiz César Girardi defende a diversificação de mercados para o crescimento sustentável. Segundo ele, é preciso compreender as reais oportunidades do Norte da África, levando-se em consideração não somente as demandas dos importadores, mas os nichos não explorados atualmente. “As informações que possuímos hoje sobre esse mercado não são consistentes para dizermos que ele possui todas as características de um mercado de maior relevância. Entretanto, vem-se notando um nível de oportunidade crescente e em diversos setores relacionados ao moveleiro, o que aumenta o interesse pela região”, analisa Girardi.
O diretor Internacional do Sindmóveis, César Boeira Nepomuceno, explica que a equipe internacional do Sindmóveis estará disponível para os assessoramentos necessários. “A China detém aproximadamente 70% das importações daquele mercado, mas os móveis consumidos se assemelham muito aos produzidos em Bento Gonçalves. Por isso, consideramos essa uma boa oportunidade para o polo”, afirma.
As rodadas de negócios acontecerão no Hotel Laghetto Viverone na manhã do dia 26. Nos demais dias, os importadores cumprirão agenda de visitas a empresas locais. Informações podem ser obtidas pelo e-mail muriel@sindmoveis.com.br.