Notícia
  • 29 Jan 2014

    Sindmóveis empossa nova diretoria


Foto destaque da notícia Foto destaque da notícia

Presidente Henrique Tecchio destaca que o trabalho da nova diretoria será pautado pela satisfação da coletividade
 
Uma cerimônia festiva, mas pontuada pelos desafios do setor moveleiro, marcou a posse da diretoria do Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves (Sindmóveis) para o biênio 2014/2015, realizada na última terça-feira, 28, no Clube Aliança. Estiveram presentes mais de 300 convidados, entre autoridades municipais e estaduais, representantes de entidades de classe e das indústrias associadas. 
O novo presidente da entidade, Henrique Tecchio, tem 35 anos e é executivo da Móveis Bentec. Graduado em Administração de Empresas e com MBA em Gestão Financeira, Auditoria e Controladoria pela Fundação Getúlio Vargas, Tecchio é o mais jovem presidente da entidade até hoje. Completam a diretoria o vice-presidente Alexandre Michelin (Bertolini); o diretor Financeiro José Antônio Mossmann (Italínea); a diretora de Comunicação Vanessa Machado (Cinex); o diretor Internacional Luiz César Girardi (Todeschini); o diretor de Infraestrutura Vinicius Benini (BRV); o diretor de Serviços Romeu Dalcin (Dalmobile) e a diretora do Prêmio Salão Design  Cristiane Silveira (Obispa).
Em seu discurso de despedida, a empresária Cátia Scarton criticou a medida adotada pelo governo para frear a constante alta da inflação, apontando que as principais afetadas têm sido justamente as indústrias que investem em produção, como o setor moveleiro. Segundo ela, as indústrias que apostaram no aumento da capacidade produtiva em função do crescimento da demanda veem agora o potencial de consumo ameaçado pela elevação dos juros. “Ainda assim, o polo moveleiro de Bento Gonçalves encerrou 2013 com faturamento de R$ 2,5 bilhões, o que representa quase a metade de todo o faturamento da indústria do município. Embora esse valor esteja decrescendo ano após ano, são mais de 300 empresas que geram nove mil empregos diretos, 43% de toda a mão de obra na indústria local”, pondera. 
O primeiro pronunciamento público de Henrique Tecchio como presidente do Sindmóveis indicou o tom agregador do grupo empossado. Segundo ele, o trabalho da nova diretoria será pautado pela satisfação da coletividade, levando em consideração não somente os interesses da entidade, mas também das empresas responsáveis por sua existência. Tecchio destacou que os próximos anos serão de intenso trabalho para manter a atratividade da Movesul Brasil e, simultaneamente, repensar o modelo da Casa Brasil para 2015. “Decisões terão que ser tomadas, por vezes com maior força e determinação, mas sempre buscando o ideal. Vamos resgatar toda força e união que o polo moveleiro de Bento Gonçalves sempre teve”, destaca. 
O deputado estadual João Fischer, que representou a Assembleia Legislativa, cumprimentou a nova diretoria salientando que os que trabalham devem ter voz ativa – e que essa voz deve ecoar em todos os rincões, inclusive na esfera política. Já o prefeito de Bento Gonçalves, Guilherme Rech Pasin, enfatizou que, graças ao setor moveleiro, a economia local pode proporcionar o que proporciona a Bento Gonçalves e seus moradores. “É um transcorrer de gerações que faz o móvel bento-gonçalvense ser lembrado e ser destaque. Para torná-lo mais competitivo, temos que buscar representatividade política, cobrar investimentos em infraestrutura, fazer escoar nossa produção e cobrar mudanças nos burocráticos códigos tributário e trabalhista”, frisa. 
O Sindmóveis representa o polo moveleiro de Bento Gonçalves, que sedia 38% da indústria moveleira do Rio Grande do Sul e tem uma participação de cerca de 70% da produção industrial local. São 300 indústrias que geram cerca de nove mil empregos diretos. Henrique Tecchio é o 16º presidente da entidade, que em 2014 completa 37 anos de história. Antes dele, já presidiram o sindicato os moveleiros Elino Periolo, Valnei Fiorin, Nelto Scarton, Aldo Cini, Sérgio Manfrói, Astério José Grando, Eurico Benedetti, Jorge Luís Manfrói, Sérgio Dalla Costa, Marcos Lazzarotto, Alcides Pasquali Filho, Volnei Benini, Henrique José Bertolini, Glademir Ferrari e Cátia Scarton.