Notícia
  • 14 Ago 2012

    Sindmóveis Bento Gonçalves estreia nova marca


  Identidade visual da entidade moveleira que promove as feiras Casa Brasil e Movelsul Brasil é baseada no compromisso de cuidar e projetar o setor para o mundo   Uma nova marca e um novo posicionamento, com presença ainda mais forte diante de seus públicos. O Sindmóveis Bento Gonçalves (Sindicato das Indústrias do Mobiliário) estreia, nessa semana, sua nova identidade visual, muito mais ligada ao significado e valores dessa entidade, que há 35 anos atua como protagonista no desenvolvimento da indústria moveleira – defendendo os interesses de suas 300 associadas e fortalecendo o setor através das feiras internacionalmente reconhecidas que promove: Casa Brasil e Movelsul Brasil. O reposicionamento de comunicação do Sindmóveis e seus produtos é embasado no programa de branding elaborado pela Seragini Farné Guardado Design, consultoria especializada em identidade de marca que tem entre seus clientes exemplos como Ypê, Perdigão, Bombril, Arno, Grupo Pão de Açúcar e Petrobras. O objetivo principal dessa mudança é levar a todos que têm contato direto ou indireto com a marca uma pequena experiência que reforce suas lembranças ligadas ao relacionamento com o Sindmóveis. Premissas como bons negócios, bom design e colaboração nortearam a pesquisa, que chegou a uma identidade baseada no compromisso de cuidar e projetar o setor para o mundo. O desenho da marca da entidade é composto por vários módulos que constroem o Sindmóveis, seguindo o princípio da modularidade, muito utilizado na produção moveleira e representando o cuidado e projeção da entidade com o setor. As demais marcas – Casa Brasil, Movelsul Brasil, Salão Design e Projeto Orchestra Brasil acompanharão a mesma linguagem. Para o presidente da Seragini Farné Guardado Design, Lincoln Seragini, organizações que não renovam seu modelo de negócios e abordagem não têm futuro. Segundo ele, em um universo onde produto não é mais o diferencial, o valor está no prestígio da marca, em ser objeto de desejo e ter valor percebido. Nesse sentido, o branding é um novo modelo de gestão para dar valor à marca e torná-la mais notória. “Não há 100 empresas no Brasil que aplicam branding. O conceito tem poucos exemplos de sucesso, entre eles, o Sindmóveis”, destaca. Os elementos da marca e suas diretrizes de uso visam uma comunicação sinérgica e consistente, potencializando a expressão do Sindmóveis. Além da nova identidade visual, o branding norteia todas as formas possíveis de uso da identidade visual, desde a papelaria institucional até as peças promocionais.  A presidente do Sindmóveis, Cátia Scarton, conta que o reposicionamento iniciou quando a entidade percebeu a necessidade de ser melhor percebida, levando ao associado e à comunidade uma mensagem mais clara sobre suas atribuições. O processo levou quase dois anos e terá continuidade com um amplo plano de divulgação. “O Sindmóveis ultrapassou a barreira de ser somente um sindicato para tratar de acordos coletivos. Essa mensagem está muito clara em nossa nova marca”, conclui.