Notícia
  • 28 Mai 2013

    Projeto Orchestra Brasil traz importadores à Copa das Confederações da FIFA 2013


Quatro empresas participantes do Projeto Orchestra Brasil de incentivo às exportações preparam-se para receber a visita de oito importadores estrangeiros durante a Copa das Confederações da FIFA 2013, em uma ação de relacionamento promovida em parceria entre o Sindicato das Empresas do Mobiliário de Bento Gonçalves (Sindmóveis) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Os convidados vêm da Argentina, Estados Unidos, México, Peru e Uruguai para conhecer o parque fabril das empresas e participar de rodadas de negócios que devem totalizar US$ 7 milhões em 12 meses. Depois, todos seguem para Fortaleza, onde serão recebidos com um coquetel oferecido pela Apex-Brasil e assistirão a duas partidas da Copa das Confederações da FIFA 2013 em lugar de destaque no camarote da agência nos dias 23 e 27 de junho. A presidente do Sindmóveis, Cátia Scarton, destaca que as ações de relacionamento conseguem aproximar compradores e fabricantes em um ambiente informal, proporcionando uma experiência de convívio diferente daquela obtida no espaço físico das empresas. A presidente, que participou do mesmo projeto desenvolvido pela Apex-Brasil durante o Carnaval, garante que os resultados são excelentes. “Esse tipo de encontro fortalece a imagem das empresas e dos setores produtivos como um todo”, aponta.  O coordenador do Projeto Copa do Mundo da Apex-Brasil, Ricardo Santana, relata que a iniciativa conta com a participação de 57 entidades, 19 empresas e 10 parceiros e já tem a presença confirmada de mais de mil empresários estrangeiros, vindos de 70 países. “A iniciativa pretende aproximar empresários brasileiros e potenciais compradores estrangeiros, gerando negócios imediatos, a curto e médio prazo. Também serão promovidas ações para atrair investimentos estrangeiros diretos ao país”, destaca Santana.  As ações de hospitalidade integram a estratégia do Projeto Orchestra Brasil para acesso a seus mercados-alvo, que são Argentina, Colômbia, Estados Unidos, México, Paraguai, Peru e Uruguai. Atualmente, o projeto conta com a participação de mais de 100 empresas dos segmentos de acabamentos, acessórios, componentes, químicos, tecnologia serviço de design para a indústria moveleira.