Notícia

  • 13 Nov 2015
    Projeto Orchestra Brasil traz 20 importadores à Serra Gaúcha

O calendário de ações do Projeto Orchestra Brasil em 2015 encerra-se com o Projeto Comprador Orchestra Brasil Experience, de 16 a 20 de novembro, em Bento Gonçalves. Serão rodadas de negócios entre 20 importadores latino-americanos e empresas brasileiras do segmento de insumos, componentes, matérias-primas, acessórios, químicos e tecnologia para a indústria moveleira. A agenda também inclui visitação a vinícolas e atrativos turísticos locais. Os convidados são, principalmente, de países como Chile, Peru e Colômbia.

O Projeto Orchestra Brasil, uma parceria entre o Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves (Sindmóveis) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), promove a inserção competitiva de fornecedoras do setor moveleiro no mercado internacional de forma sustentável. A edição especial do Projeto Comprador deve gerar US$ 6 milhões em exportações para as empresas participantes.

O presidente do Sindmóveis, Henrique Tecchio, destaca que essa é uma ação importante focada na manutenção dos mercados e a continuidade das exportações. “Temos atuado fortemente com foco na agregação de valor ao produto nacional, na diversificação de mercados e participação de novos exportadores nas vendas externas brasileiras”, pontua.

Para essa ação, a Serra Gaúcha recebe também empresas associadas ao Lux Brasil, projeto de promoção de exportações do setor de Iluminação da Apex-Brasil e Abilux (Associação Brasileira da Indústria de Iluminação). A entidade terá seis importadores convidados para negociar com os segmentos de Iluminação Decorativa, Técnica, Comercial e Fabricantes de Componentes e Reatores. Ao todo, portanto, serão 26 importadores e 45 empresas brasileiras envolvidas nessa ação que promove todo o potencial das indústrias brasileiras e estimula o fechamento de negócios em curto prazo.

Atualmente, o Projeto Orchestra Brasil conta com a participação de 63 indústrias, que têm acesso a estudos de mercado; missões prospectivas; ações individuais; Projetos Comprador, Vendedor e Imagem e participação nas principais feiras mundiais do setor. Em 2016, essa iniciativa completa 10 anos de fomento às exportações.