Notícia
  • 18 Out 2012

    Projeto Orchestra Brasil presente na Fenafor Peru


  País é o primeiro a receber o Roadshow América do Sul, que ainda levará fabricantes de insumos para móveis ao Paraguai, Uruguai e Argentina até o mês de novembro   A Feira Internacional de Máquinas, Equipamentos, Suprimentos e Serviços para a Indústria da Madeira, Móveis, Carpintaria e Placas – Fenafor – é o ponto inicial do Roadshow América do Sul, uma iniciativa inovadora do projeto Orchestra Brasil que levará fabricantes de acessórios, acabamentos, componentes e tecnologias a quatro países até o mês de novembro. A Fenafor ocorre de dois em dois anos e terá sua quarta edição de 25 a 27 de outubro, na Universidade Nacional Agrária La Molina, em Lima. Em seguida, a missão comercial será realizada também em embaixadas e hotéis no Paraguai, Uruguai e Argentina, encerrando-se dia 3 de novembro.    O projeto Orchestra Brasil – uma parceria entre Sindmóveis (Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves) e Apex-Brasil (Agência de Promoção de Exportações e Investimentos) promove a inserção competitiva de fornecedoras do setor moveleiro no mercado internacional de forma sustentável. O objetivo dessa missão comercial na América do Sul é aproximar as fornecedoras brasileiras de associações representativas, fabricantes, distribuidores e importadores nos quatro mercados que serão visitados.   Em cada país por onde o Roadshow passará, as seis empresas participantes contarão com os serviços de um assessor de imprensa local, para mobilizar veículos de comunicação e formadores de opinião, divulgando o potencial brasileiro na fabricação não somente de móveis, mas de insumos para a cadeia moveleira. Os países do Mercosul são tradicionais parceiros comerciais do Brasil e figuram entre os 10 principais compradores dos produtos fabricados pelas participantes do projeto Orchestra Brasil.    Nos anos recentes, o Peru vem se destacando como um dos maiores crescimentos econômicos na América Latina. A economia vem crescendo a uma taxa média anual de 7% desde 2005, ao que se somam outros fatores positivos, como a redução da criminalidade, crescimento da renda da população e do ramo imobiliário. Como resultado, a produção mensal de móveis praticamente dobrou em cinco anos.  O Projeto Orchestra Brasil está atento a essas oportunidades e quer contribuir para que a indústria moveleira peruana possa crescer ainda mais. Estamos aqui em um esforço de crescimento mútuo, pois acreditamos no potencial da indústria do Peru e queremos fazer parte dessa história de trabalho e desenvolvimento.