Notícia

  • 05 Set 2016
    Projeto Orchestra Brasil presente na Expo Nacional Ferretera Guadalajara

De 08 a 10 de setembro, o Projeto Orchestra Brasil de incentivo às exportações, promovido pelo Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves (Sindmóveis) e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), apoia a participação da empresa Sulpen na Expo Nacional Ferretera de Guadalajara. Essa é a quinta participação do projeto na feira, considerada a mais importante do México para fornecedores da indústria moveleira, ferragens, elétrica e da construção.

A feira ocorre desde 1989 e, em sua última edição, teve a participação de aproximadamente 1.300 expositores das Américas, Europa e Ásia. Foram mais de 85 mil visitantes de 30 países. Esta edição terá 52 mil metros quadrados de exposição. Segunda maior economia e população da América Latina, o México possui uma das principais indústrias moveleiras, sendo também um dos maiores importadores do mundo de insumos utilizados pela indústria. Seu crescimento econômico foi de 2,5% em 2015, com expectativa de 2,4% nesse ano. O país é mercado alvo do Projeto Orchestra Brasil e um dos 10 principais importadores mundiais dos produtos exportados pelas empresas participantes.

A empresa Sulpen, líder em produtos para acabamentos na América Latina, aproveita seu espaço na Expo Ferretera para lançar mundialmente seu adesivo de nanomadeira, com nanotecnologia, e seus produtos para correção de móveis. A empresa tem a linha mais completa do país para marceneiros e conta com representação no México, que deverá ser ampliada a partir da participação na feira.

Sobre o Projeto Orchestra Brasil:

O Projeto Orchestra Brasil existe desde 2006 e promove a inserção competitiva de fornecedoras do setor moveleiro no mercado internacional. Para isso, são promovidos estudos de mercado; missões prospectivas; ações individuais; Projetos Comprador, Vendedor e Imagem, além da participação nas principais feiras mundiais do setor. Atualmente, participam do Orchestra Brasil 59 indústrias. Os mercados prioritários para 2016 são África do Sul, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Estados Unidos, México, Peru, Turquia e Vietnã.