Notícia
  • 04 Abr 2013

    Projeto Orchestra Brasil alcança 100 empresas participantes


Foto destaque da notícia

  O Projeto Orchestra Brasil, uma parceria entre o Sindicato das Empresas do Mobiliário de Bento Gonçalves (Sindmóveis) e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), alcançou a marca de 100 empresas participantes no mês de abril. A iniciativa, que existe desde 2006, promove a inserção competitiva de fabricantes de insumos, componentes, tecnologias e serviço de design para o setor moveleiro no mercado externo.    O calendário do projeto inclui ações permanentes, como a prospecção oportunidades em países como México e Estados Unidos, assessoria de imprensa permanente na Colômbia e também a participação anual nas principais feiras e eventos mundiais da cadeia moveleira. Além disso, o projeto mantém um showroom no Centro de Negócios da Apex-Brasil em Miami, onde três empresas participantes divulgam seus produtos.    A presidente do Sindmóveis, Cátia Scarton, destaca que as participantes têm acesso a informações concretas sobre o mercado externo, otimizando as estratégias para vendas e direcionando os esforços para reais trocas de experiências com os mercados-alvo. “Os resultados vêm sendo potencializados com a inclusão do serviço de design no projeto. Nossas indústrias e nossos designers estão prontos para abrir mais mercados fora do Brasil”, comemora.   Em 2012, as empresas participantes do projeto obtiveram crescimento de 16,8% no valor exportado. Os primeiros dados de 2013 atestam a evolução das empresas participantes do Orchestra Brasil no mercado externo. No primeiro bimestre do ano, as exportações cresceram 8,6% em comparação ao mesmo período do ano passado. Assim como ocorreu em 2012, os Estados Unidos foram os maiores responsáveis pelo crescimento verificado. O valor exportado para o país em janeiro e fevereiro foi 45% superior aos mesmos meses de 2012, mantendo o mercado norte-americano como principal destino para as empresas do Projeto. Outros destaques positivos nesse período são Chile (42%), México (28%), Peru (29%), Uruguai (65%) e Venezuela (26%).   Por outro lado, destacam-se as quedas no Reino Unido (34%), na Bolívia (43%) e no Canadá (49%), bem como na Colômbia (14%).  As exportações com destino na Argentina, que já foi o principal mercado para as empresas do Orchestra Brasil, caíram 11%. O Paraguai, um dos mercados-alvo do projeto, manteve os valores praticamente constantes, com 0,7% de aumento.   O convênio firmado no ano passado entre Sindmóveis e Apex-Brasil prevê investimentos de R$ 4,88 milhões até o fim de 2013 para ações realizadas em 11 mercados-alvo: Estados Unidos, México, Colômbia, Peru, Chile, Argentina, Paraguai, Uruguai, África do Sul, Canadá e Turquia.