Notícia
  • 03 Jul 2012

    Isenção do IPI para móveis segue até setembro


  Anúncio foi feito através de edição extra do Diário Oficial publicada na sexta-feira, dia 29 de junho   O polo moveleiro de Bento Gonçalves comemora a prorrogação por mais três meses da isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) vigente sobre móveis. O anúncio foi feito em edição extra do Diário Oficial da União publicada na última sexta-feira, dia 29, véspera do encerramento do benefício, previsto pelo decreto 7.705/2012 e que foi anunciado em  março, no primeiro dia da Movelsul Brasil 2012.  Válida até 30 de setembro, a isenção da alíquota – que era de 5% – vale também para laminados, papel de parede e luminárias. Os dados parciais de abril e maio – dois primeiros meses de vigência da isenção – mostraram um crescimento de 8% no faturamento do polo de Bento Gonçalves, na comparação com o mesmo período de 2011. Somente em maio, o faturamento foi de R$ 213,11 milhões, o que significou um crescimento nominal de 10,7% em relação ao mesmo mês do ano passado. Os dados de junho ainda não estão disponíveis.  Para Cátia Scarton, presidente do Sindmóveis, a redução do IPI possibilitou o crescimento do setor moveleiro superando as adversidades do momento econômico percebida em outros segmentos da indústria. "A prorrogação é decisiva para que possamos continuar contribuindo na geração de empregos e renda e acompanhando a crescente demanda da população por móveis comprovada pelo crescimento do varejo, também de forma que possamos concorrer com os importados", conclui.