Notícia
  • 26 Abr 2013

    Exportações das empresas participantes do Projeto Orchestra Brasil crescem 10,3% no primeiro trimestre


De janeiro a março de 2012, as empresas participantes do Projeto Orchestra Brasil – uma parceria entre o Sindicato das Empresas do Mobiliário de Bento Gonçalves (Sindmóveis) e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) – tiveram um acréscimo de 10,3% nas exportações em relação ao mesmo período do ano anterior.    Por sua vez, as exportações brasileiras de acabamentos, acessórios, componentes, químicos, tecnologia serviço de design para a indústria moveleira caíram 8,3%. Além disso, as exportações brasileiras como um todo também tiveram queda no primeiro trimestre (- 7,7%).    Para a presidente do Sindmóveis, Cátia Scarton, o desempenho é fruto do esforço conjunto da entidade com apoio da Apex-Brasil para a inserção competitiva de fornecedoras do setor moveleiro no mercado internacional. Desde 2006, Projeto Orchestra Brasil promove ações comerciais como o Projeto Comprador, Projeto Vendedor, missões empresariais e participação em feiras de diversos países. “O projeto oferece as condições para internacionalização e o engajamento das participantes cria um círculo virtuoso para o fortalecimento do setor como um todo”, afirma.   Atualmente, o projeto conta com a participação de 100 empresas. Os mercados-alvo em 2013 são Argentina, Colômbia, Estados Unidos, México, Paraguai, Peru e Uruguai. Em todos eles foi registrado crescimento no primeiro trimestre do ano, exceto no México (-18%).   Nos Estados Unidos, principal destino, as empresas tiveram crescimento de 34% em 2013. Na Argentina, após um longo período de quedas consecutivas, as exportações cresceram 8,9%. Destacam-se também a Colômbia e o Peru, cujas compras dos participantes do Projeto Orchestra Brasil cresceram 17% e 100,8%, respectivamente. Chile (9,8%), Paraguai (3,1%) e Uruguai (9,6%) também foram fontes de crescimento importantes.