Notícia
  • 29 Ago 2012

    Eleições 2012: Sindmóveis defende demandas do setor moveleiro


Ao longo de agosto, diretoria reuniu-se com os cinco candidatos a prefeito de Bento Gonçalves     Conhecimento, inovação e integração gerando negócios são os pilares que sustentam o Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves (Sindmóveis). Para a entidade, o desenvolvimento integrado só existe em um cenário onde o crescimento da indústria e o bem-estar da comunidade andam juntos. Nesse sentido, co m o objetivo de solicitar apoio a necessidades específicas do setor moveleiro e outras demandas do município, a presidência do Sindmóveis reuniu-se com os cinco candidatos a prefeito de Bento Gonçalves durante o mês de agosto.    Alguns temas têm especial relevância para a diretoria e conselho fiscal da entidade, que representa hoje aproximadamente 50% do PIB do município.  O principal deles diz respeito à estrutura do Parque de Eventos de Bento Gonçalves, que abriga as duas maiores feiras de mobiliário do país, promovidas pelo Sindmóveis: Casa Brasil e Movelsul Brasil. Atualmente, a área é administrada pela Fundaparque, entidade da iniciativa privada que possui com a prefeitura um acordo de comodato válido pelo período de 30 anos.    Além da reconstrução do pórtico e melhorias no estacionamento e infraestrutura, o Sindmóveis cobra a definição da área onde será construído o Museu Brasileiro do Móvel (MuMo). O projeto tem por objetivo gerar e difundir o conhecimento sobre mobiliário através de ações de pesquisa, preservação, documentação e exposição do acervo mais representativo do universo do mobiliário. Também estará abrigado no MuMo o acervo do Salão Design, concurso realizado há 24 anos pelo Sindmóveis. Outro item importante na pauta de reivindicações do Sindmóveis para o Poder Executivo local é a demanda por áreas industriais do município, com agilização por parte do Instituto de Planejamento Urbano (Ipurb) na liberação de projetos de ampliação ou implantação de indústrias.